Captura de tela da página inicial do Google Bard, nele contem um titulo que fala como o Google pode ajudar e ainda diz que não está disponível, mas em breve vai estar.
Captura de tela do site : https://bard.google.com/

A gigante da tecnologia Google, lançou Bard, uma ferramenta de inteligência artificial (IA) baseada na tecnologia de IA conversacional LaMDA da Google, que é capaz de realizar diálogos fluídos e natural.

O Bard tem como objetivo principal ajudar os usuários a realizarem tarefas cotidianas, como enviar mensagens de texto, fazer chamadas de voz e até mesmo reservar mesas em restaurantes.

Além disso, a plataforma também promete ajudar empresas a melhorar a interação com seus clientes, oferecendo suporte e atendimento automatizado.

Segundo o Google, o Bard possui um modelo de linguagem natural avançado, capaz de entender a intenção do usuário e responder de forma adequada e coerente.

Embora o Bard seja uma novidade no mercado de chatbots, a concorrência já existe há algum tempo.

O ChatGPT, por exemplo, é considerado um dos chatbots mais avançados do mercado e tem sido utilizado por diversas empresas para melhorar a interação com seus clientes.

Em todo caso, a competição entre as empresas deve resultar em avanços significativos na área de inteligência artificial e chatbots, beneficiando tanto as empresas quanto os usuários finais.

É importante, no entanto, que as empresas continuem a investir na segurança e privacidade dos dados dos usuários, garantindo uma experiência segura e confiável para todos.

Segundo o FAQ  do Bard, os usuários podem colaborar com a IA para obter ajuda em várias tarefas, como planejar festas de aniversário, criar listas de prós e contras para tomadas de decisão e entender tópicos complexos, que se treinou a partir de trilhões de palavras, ajudando a prever respostas precisas e úteis para os usuários.

A ferramenta também é projetada para garantir a precisão e a segurança nas respostas fornecidas, com medidas implementadas para evitar conteúdo prejudicial, inadequado e com a garantia de que a privacidade e a segurança são prioridades para a Google.

  • Informação do autor: Alexandre Menezes, Analista e desenvolvedor de sistemas.